Viajar sozinha… e porque não!?!

Muitas pessoas acham uma loucura total uma mulher viajar sozinha… Outras acham fascinante e um acto de coragem… eu pessoalmente já experimentei e AMEI!!! 🙂

É evidente que é preciso coragem para viajar sozinha, e acima de tudo temos de gostar de estar sozinhas e sentirmo-nos bem em estar sozinhas!!

A última viagem que fiz, tinha tudo pronto para ir sozinha, bilhetes de avião, hotel marcado e roteiro na mão, pronta para Barcelona!! Depois uma amiga uns dias antes da partida juntou-se à aventura e foi fantástico! Tudo a que me propus fazer no roteiro foi realizado e ainda houve tempo para conhecer mais!! Estou a escrever sobre essa viagem e em breve vou publicar, com os sítios que visitei, horários, preços e dicas de “ouro”!!!

Voltando ao tema, “viajar sozinha” além fronteiras, aconteceu no verão de 2018…

De mochila às costas e com um roteiro muito bem pesquisado e estudado, meti-me num avião e fui até Paris!! Cidade das luzes e de uma beleza imensa!!! Depois de 3 noites em Paris, meti-me num comboio e fui até Bruxelas… mais duas noites e o próximo comboio levou-me até Antuérpia!! No mesmo dia, e de comboio mais uma vez, fui até Roterdão e duas noites depois…e outro comboio, finalizei a viagem em Amesterdão!! 😉

Foram 10 dias de uma experiência nunca antes vivida e mesmo antes de regressar já só queria preparar a próxima viagem!! É evidente que não consegui fazer tudo o que queria, nem tudo correu como o planeado, mas mesmo assim consegui fazer tanto e conhecer tanta coisa que voltei a Portugal de coração e alma a transbordarem de alegria e de orgulho em mim mesma, porque fiz o que mais gosto, que é viajar, e apesar de alguns percalços correu muito bem!!

Os conselhos que eu dou, para quem gostava de o fazer e não tem coragem, ou tem receio, e nem sempre há incentivo de quem nos rodeia (o que não é o meu caso, porque a família apoia sempre), porque pode ser perigoso, blá, blá, blá… só digo, quando há vontade, arranja-se maneira!!! E se decidir fazê-lo: pesquisar muito sobre a cidade que escolher, levar tudo preparado, desde alojamento, bilhetes para entrar nos monumentos já comprados pela internet, bilhetes de comboio e autocarro, geralmente ficam mais baratos comprados com antecedência (quando fui de Paris para Bruxelas já levava de casa o bilhete de comboio que me custou €19; em Barcelona fui do aeroporto á Praça da Catalunha num autocarro só com este serviço e com bilhetes de ida e volta comprados, para não ter que andar de mochila em Metros e transportes públicos, porque os carteiristas estão por todo o lado e assim podemos evitá-los… Apenas uso internet nos hotéis, por isso uso uma aplicação offline com o mapa da cidade, porque sem mapas, não fazemos nada… e nestas viagens as caminhadas são de 15 a 20km a pé diariamente!!! Por isso levar calçado para caminhar e não para passear, e mesmo assim no fim do dia os pézinhos vão estar inchados e doridos!!! Outras aplicações muito importantes são as de transportes públicos, eu tenho sempre a App do Metro da cidade que vou, que é a maneira mais fácil de me deslocar nas cidades!! Outro ponto a favor que tenho, é falar inglês… mas no entanto tento aprender as frases básicas para o país que vou visitar, os locais apreciam e geralmente são mais simpáticos quando o fazemos!! E felizmente existem aplicações, que funcionam mesmo offline, com a tradução de várias línguas!! É só escolher e instalar!! 😉 Deixar sempre uma cópia do roteiro com alguém da família, a morada e contacto do hotel… porque nunca se sabe… Ligar diariamente para casa a dar notícias para dizer que está tudo bem!! Outro ponto muito importante, usar uma carteira  de tiracolo e de preferência sempre na vossa frente, e nunca de lado ou atrás, porque se for roubada nem dá por isso, e ser assaltada durante as férias, num país que não é o nosso, não deve ser nada uma boa experiência… Eu geralmente tiro cópias a tudo (bilhetes de avião, entradas, documentos, roteiros) em duplicado, e na carteira ando com um envelope com tudo e no hotel fica tudo numa capa!! Outra coisa muito, mas muito importante, é tirar o Cartão Europeu de Seguro de Doença!! Ir à Segurança Social, ou online pela Segurança Social Direta e pedir, é gratuito e chega a casa em poucos dias, assim se precisar  de ir a um hospital, ou de cuidados médicos, pode ser tratada como se estivessem em Portugal!! E também para quem tem seguro de automóvel, um seguro pessoal está incluído no mesmo e não precisa viajar de carro para ter direito a ele, e é válido em qualquer parte do mundo… eu também não sabia mas falei com a minha mediadora de seguros que confirmou a situação!! Por isso na próxima viagem, leve nos seus documentos uma cópia da apólice do seguro automóvel e informe-se!!

Se realmente, quer viajar e não têm ainda a coragem para ir até outro país, reserve um hotel cá em Portugal, meta-se num comboio ou autocarro e vá, tenho a certeza que vai ser uma experiência positiva e vai despertar o “bichinho” para ir além fronteiras!!! 🙂

Siga-me no Instagram e no Facebook!

Em breve vou publicar os sítios que visitei em Barcelona, para já ficam estas dicas para vos incentivar a viajar e passear muito!!!

Até já!! 😉

4 pensamentos sobre “Viajar sozinha… e porque não!?!

  1. Viajar sozinho e gratificante a todos os níveis , estamos abertos a conhecer outras pessoas ..testarmos nos a nos próprios e o resultado de regresso e uma bagagem de experiencias sem fim também já fiz viagens sozinha , fui num cruzeiro para Veneza, sem conhecer ninguém foi maravilhoso das viagens que mais amei ate hoje , nem que seja uma vez na vida todas as pessoas se deveriam permitir a essa experiencia

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.